Sol e Câncer de Pele

compartilhar:
o autor

Formada pela UNIFESP, com título de especialista em Dermatologia e membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) e da AAD (American Academy of Dermatology), a Dra Érica Monteiro escreve regularmente para o Dermatologia.
informações de contato da Dra. Érica Monteiro

mulher-tomando-sol.JPGO Brasil é um país onde o sol está presente o ano todo. Nosso clima tropical apresenta alta incidência de dias ensolarados, favorecendo as atividades de lazer e os esportes praticados ao ar livre. No entanto, a exposição crônica ao sol pode trazer problemas imediatos e futuros para a sua pele. O sol é o principal responsável pelo envelhecimento cutâneo e pelo surgimento do câncer de pele. Especialmente durante o verão, devido às férias, ficamos mais tempo ao ar livre e expostos ao sol, aumentando também o risco de queimaduras solares.

As áreas que estão mais expostas ao sol, como o rosto, colo mãos e antebraços são as que mais sofrem com a exposição solar crônica e podemos ver os sinais de envelhecimento da pele, como manchas marrons (sardas e melanoses solares), manchas brancas (sardas brancas), afinamento da pele (pele com aspecto de “papel de seda” que se rompe aos menores traumatismos) e também é nessas áreas mais expostas onde encontraremos as lesões pré cancerosas e o câncer de pele.

O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum no Brasil. As pessoas precisam se preoculpar, pois o Brasil tem um clima ensolarado durante o ano todo e as pessoas têm o hábito de se expor ao sol sem a devida proteção.

Os filtros solares são uma das armas de proteção contra os danos que o sol pode causar. Existem os filtros solares físicos e os filtros solares químicos. Os físicos são aqueles que refletem a radiação ultravioleta impedindo que cheguem na pele. Os filtros químicos absorvem a radiação solar, fazendo com que diminua sua penetração na pele. Para crianças, geralmente indicamos os filtros físicos, pois as partículas são maiores e não são absorvidas pela pele. Para os adultos, geralmente indicamos os filtros mistos (químicos e físicos), pois espalham na pele com maior facilidade. Deve-se estar atento na escolha do filtro, pois no rótulo precisa estar escrito que ele tem proteção de amplo espectro, tanto para as radiações ultravioleta A quanto para as radiações ultravioleta B.

Os filtros solares disponíveis protegem por cerca de 3 horas, devendo ser reaplicados periodicamente, principalmente quando houver transpiração excessiva e ap´s entrar na água.
Usar aqueles óleos que garantem bronzear a pele podem fazer mal à saúde? Porquê?
Contra indicamos óleos e aceleradores de bronzeamento, pois no nosso país a exposição solar é intensa e mesmo com todas as medidas preventivas já estamos recebendo uma grande quantidade de radiação solar. O bronzeado não depende só da exposição ao sol, mas do tipo de pele. Se o indivíduo tem a pele clara, olhos e cabelos claros ele jamais ficará com um bronzeado dourado. Utilizando esses produtos ele poderá ter queimaduras solares, envelhecimento precoce e também maior risco de câncer de pele.

Os pacientes costumam a perguntar se existe algum horário seguro para tomar sol. Essa pergunta não é fácil de ser respondida. Evite se expor ao sol nos horários próximos ao meio-dia. O horário entre 10 e 16 horas tem grande incidência do raio ultravioleta B, grande responsáveis pelo surgimento do câncer da pele. Procure a sombra neste período. Mas lembrar que o raio ultravioleta A é constante ao longo do dia e é responsável pelo envelhecimento e também pelo câncer de pele.

Os olhos e a cabeça também devem ser protegidos, com óculos e chapéu/boné. Use sempre barracas de praia, bonés, viseiras ou chapéus. Cerca de 70% dos cânceres da pele ocorrem na face, proteja-a sempre. Não se esqueça de proteger os lábios e as orelhas. As barracas devem ser grossas, para bloquear bem a passagem do sol.

Importante: Não só o uso do filtro solar é importante, mas também uso de chapéus, bonés, óculos de sol, ficar protegido na sombra sempre que possível. Lembrar de proteger as crianças, pois os danos causados pelo sol são “acumulativos”, ou seja muitas pessoas que hoje têm a pele envelhecida ou até mesmo câncer de pele se expuseram muito ao sol ao longo da vida, principalmente durante a infância e a juventude.

Dra. Érica Monteiro – Dermatologista

www.dermatologia.com.br

tel: 11-50441064

o autor

Formada pela UNIFESP, com título de especialista em Dermatologia e membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) e da AAD (American Academy of Dermatology), a Dra Érica Monteiro escreve regularmente para o Dermatologia.
informações de contato da Dra. Érica Monteiro

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

14 Comentário

Ana Lúcia C S Carvalho

Dra Erica, as informações foram muito úteis. Gostaria de saber se o bronzeamento artificial só 10 minutos 3 vezes por semana se faz mal?
Obrigada.
Analú

Dra. Érica

Bom dia, Ana Lúcia

Infelizmente o bronzeamento artificial é muito mais nocivo que a radiação solar! Não recomendo bronzeamento artificial. A longo prazo você terá envelhecimento precoce (manchas, rugas) e poderá ter câncer de pele.
Atenciosamente,
Dra. Érica Monteiro

Maria Clara

eu queira saber em q horarios os raios solares sao benéficos
Obrigada

Dra. Érica

Boa noite, Maria Clara

Os raios solares são importantes para manutenção da vida na Terra, mas infelizmente não são benéficos para a nossa pele. Podem causar envelhecimento precoce, manchas, rugas, lesões pré cancerosa, câncer de pele e agravar doenças como pênfigo, lupus e muitas outras. Fica difícil em falar em horário em que os raios solares são benéficos, dependerá do seu tipo de pele, da região em que você mora, do uso de medicamentos e da presença de doenças. Mesmo antes das 10 horas da manhã e após às 16 horas teremos a radiação ultravioleta que poderá causar danos na pele.
Atenciosamente,
Dra. Érica Monteiro

Eliane Vieira P. Sosa

Bom dia, de novo!

Sempre tomei muito sol e minha pele tem muitas pintas que eu achava que eram da idade! Nunca podia imaginar que eram por causa do sol!
Muito obrigada pelos esclarecimentos.
Eliane Sosa

Luciana

Dra. Érica
Estou com uma pinta que está dolorida, ela é pquena, mas pode ser algum tipo de câncer malígno ou tem chance de ser benígno?
Rara são as vezes que saio ao sol.
Por favor me responda estou desesperada.
Obrigada!

Dra. Érica Monteiro

Luciana, nas pintas 4 aspectos básicos devem ser observados: A- se a lesão é assimétrica, ou seja, dividindo ao meio um lado não é a imagem especular do outro, B- se as bordas são irregulares, denteadas, ou espiciladas, C- se tem mais de duas cores, D- se está aumentando de tamanho. Essa é a regra do ABCD. Além diss, deve-se avaliar se está em área de atrito, se está ulcerada, se coça.
Caso tenha algum desses sintomas você deve procurar o médico dermatologista.
Atenciosamente,
Dra. Érica Monteiro – dermatologista

tel:11-50441064

Karina

Boa noite, Dra.Érica
Tenho uma grande dúvida e preocupação quanto a exposição solar porque tenho percebido em mim marcas de bronzeamento sem ao menos deixar a área do meu corpo a mostra, mesmo usando camisetas é notavel a marca do sutiã (a área fica bronzeada),o braço também, então quero saber que cuidados devo ter, se existe algum mal nisso?

Karina

Olá Dra.Érica
No período da tarde quando o sol está ainda mais forte tenho sentido uma forte queimação nos braços e costas, e eu tenho uma facilidade e tanta pra pegar sol então vejo que na área do braço a minha pele ficou mais escura sofrendo do envelhecimento precoce, então gostaria de saber qual é o creme hidratante e protetor solar que devo usar?
Vale lembrar que a minha pele é mista

Karina

Dra.Érica, queria saber existe algum tratamento dermatológico em que um paciente que sofre do envelhecimento precoce em que o sol é o maior causador pode obter por meio de algum tratamento ou tecnica ter uma pele renovada, como sou clara no meu caso posso voltar a obter a minha cor natural?me explique todo o procedimento, ocusto, contra-indicação e tal.

adriane

Olá,
A pouco tempo retirei um basinho e deu positivo, mas segundo a minha dermatologista não é nada grave, segundo ela uma vez retirado, não tenho com o que me preocupar.
Gostaria de saber se eu posso tomar sol na parte da manhã, no horário das 08:00 hrs as 09:30hrs?
Obrigada,
Adriane

Cibelle

Boa noite !
Estou fazendo um artigo para trabalho de conclusão de curso, sobre bronzeamento e gostaria de saber se você poderia me fornecer bibliografias para que eu possa fazer meu trabalho muito obrigada !!

Bruna Tamara

Olá,

Eu Estou Fazendo Uma Pesquisa Escolar E Gostaria De Saber, Porque Mesmo A Gente Protegido Ou Não, Ficamos Bronzeados !’

Obrigado Pela Atenção, Aguardo sua Resposta.