Novidades da Academia Americana de Dermatologia – Nova Orleans 2011

compartilhar:
o autor

Formada pela UNIFESP, com título de especialista em Dermatologia e membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) e da AAD (American Academy of Dermatology), a Dra Érica Monteiro escreve regularmente para o Dermatologia.
informações de contato da Dra. Érica Monteiro

dra-erica-rosto1Acne na mulher adulta

Outro tema sempre presente no Congresso da Academia Americana de Dermatologia é a acne, particularmente a acne da mulher adulta. A acne sempre foi considerada um quadro típico da adolescência. Hoje, é cada vez mais frequente encontrar, no nosso consultório dermatológico, mulheres após os 25, 30, 40 anos… com queixa de “cravos e espinhas”.

Quais são as causas?

O problema pode ser desencadeado, mantido ou agravado por condições simples (como higiene inadequada e uso de produtos inadequados para o tipo de pele) até problemas hormonais e outras doenças.

Citarei alguns exemplos:

– higiene inadequada

A higiene diária deve ser feita com produtos capazes de remover a oleosidade, mas sem causar ressecamento exagerado.  O objetivo é remover restos de maquiagem, poluição, controlar a oleosidade excessiva, evitar que os poros da pele fiquem obstruídos. A obstrução dos poros pode levar ao aparecimento de cravos e, posteriormente, de espinhas.

– uso de cosméticos inadequados

O veículo do produto cosmético utilizado pela paciente é tão importantes quanto o princípio ativo da formulação. Geralmente indicamos para pessoas com a pele oleosa formulações em gel, serum ou loção “oil free” (livre de óleos).  Para peles secas, recomendamos formulações em loção cremosa ou em creme.

– alterações hormonais

Problemas hormonais, como a síndrome dos ovários policísticos, podem desencadear, agravar ou manter um quadro de acne.

– estresse

O estresse pode aumentar o cortisol do organismo e este pode acelerar a produção de óleo pelas glândulas sebáceas.

– dieta inadequada

Estudos recentes mostram ligação entre dieta e aparecimento da acne. Isso se confirma em pesquisa realizada pela Universidade de Melbourne, na Austrália, que apontou o consumo de alimentos de alto índice glicídico como desencadeadores de lesões acneicas. Outros estudos confirmam esse achado.  Alimentos ricos em açúcares aumentam a produção de insulina, que acaba aumentando a produção de sebo pelas glândulas sebáceas.

Se você tem acne da mulher adulta, o melhor é iniciar com a higiene correta da pele. Se os sintomas não desaparecerem, consulte um médico dermatologista.

Dra. Érica Monteiro – Dermatologista

www.dermatologia.com.br

o autor

Formada pela UNIFESP, com título de especialista em Dermatologia e membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) e da AAD (American Academy of Dermatology), a Dra Érica Monteiro escreve regularmente para o Dermatologia.
informações de contato da Dra. Érica Monteiro

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.